Minha lista de blogs

  • O DONO DE TEU CORPO - Sou obediente ao Meu Senhor, e sou muito feliz por esta oportunidade... Tenho fome de teu desejo, sede de tuas ordens, tenho prazer na tua satisfação. ...
    Há 4 anos

A dominação

"A dominação plena não é feita pelo poder do chicote (essa é momentânea)...E,sim,pela entrega do coração e da mente (essa é eterna)..."

Páginas

Master Price - BDSM

Minha foto
GOIÂNIA, GOIÁS, Brazil
Da confiança Um Mestre deve confiar em você tanto quanto você nele. Confiança é um ingrediente fundamental na prática SM, e esta é irmã da sinceridade. Jamais minta para seu Dominador. Seja sempre verdadeiro quando falar, agir ou sentir. Estas serão armas poderosas que seu Mestre terá para lhe dar prazer, e ao que tudo indica, telepatia ainda não é a forma mais eficiente de comunicação da atualidade. Seja sempre objetivo, e não tema em colocar os pontos mais delicados que possam surgir. Se ele for um verdadeiro Mestre saberá separar as críticas das atitudes desrespeitosas de sua parte, e ambos ganharão. Um verdadeiro Senhor não sente necessidade de ser temido. Seu Senhor tem todo o direito de lhe omitir informações que julgue desnecessárias, mas não aceite que minta. Converse a respeito se estiver em dúvida. De tua mente e de tua dedicação,para que meu chicote seja meu verso e minhas cordas tua prisão. De teu desejo e de tua intimidade, para que teu prazer seja meu prazer e minha dominação tua felicidade.

Pesquisar este blog

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Disciplina

Disciplina é uma palavra que tem a mesma etimologia da palavra "discípulo", que significa "aquele que segue". Também é um dos nomes que se pode dar a qualquer área de conhecimento estudada e ministrada em um ambiente escolar ou acadêmico. Geralmente diz respeito a uma Ciência ou Técnica, ou subderivados destas. Aqueles que seguem uma disciplina podem assim ser chamados de discípulos.

Outros significados

No geral, castigo que produz obediência. No entanto, este conceito é muito limitado. A palavra "disciplina" deriva-se de "discípulo" e tanto uma quanto outra palavra, ambas tem origem do termo latino para pupilo que, por sua vez, significa instruir, educar treinar, dando idéia de modelagem total de caráter. Assim, a palavra disciplina, além de significar, em sentido acadêmico, matéria, aula, cadeira ou cátedra, também é utilizada para indicar, em educação, a disposição dos alunos em seguir os ensinamentos e as regras de comportamento.

A psicologia, a sociologia e outras ciências sociais tentam explicar o fenômeno do aumento da indisciplina tanto nos meios académicos quanto na sociedade.

No campo militar, por exemplo, a disciplina é considerada uma qualidade a ser perseguida pelos soldados, com o objetivo de torná-los aptos a não se desviarem de uma conduta padrão, desejável para o bem comum da tropa, mesmo em situações de pressão extrema.

Disciplina doméstica (lifestyle)

Disciplina doméstica (DD) é a prática de interspousal disciplina com uma ênfase sobre palmada como a punição. Os Practitioners discutem que a disciplina doméstica é distinta de ambos abuso doméstico, e atividades como palmada erotic edomination e submissão.

Os advogados discutem que, quando executado idealmente, o DD é amar, uso consistente de disciplina como uma maneira positiva realçar uma comunicação, aprofunde o intimidade e reforca o compromisso do relacionamento. A disciplina incluir normalmente punição física mas os centros em torno das réguas do comportamento colocadas por um partido e concordaram nominal ao outro..

Para Disciplina Doméstica (DD) no âmbito de relações BDSM ou casais que praticam o spanking, significa o conjunto de regras e sanções - geralmente sob a forma de punição corporal - imposta a um ou ambos os parceiros (cônjuge ou companheiro ) como um remédio para a quebra de um acordo ou um negócio, talvez por escrito e assinado contrato de escravidão.

O objetivo da disciplina doméstica é para preservar a harmonia ea estabilidade do lar, nas relações entre senhores e escravos. É também um meio de resolver disputas e para expressar o pesar para o comportamento do cônjuge, em uma maneira segura e controlada.

Em geral, a disciplina doméstica é encontrado em casais heterossexuais, e castigo corporal é mais comum em uma boa surra, talvez com a ajuda de um batedor de tapete para ajudar a mulher a superar comportamentos negativos que podem causar danos a si mesmo, ou relacionamento. Masessa premissa não ofender a mulher e deve em nenhuma maneira ofender o leitor, como a surra sempre acontece consentidas entre adultos e pessoas que vivem em uma relação amorosa. A disciplina doméstica não incentiva o uso da violência e punição é sempre com o pleno consentimento da mulher.

Amor Estranho

Estranho este amor? De dores e punições... Sofrimentos, humilhações... Estranho este amor? Transpõe limites,mais e mais, A cada passo sem ais.... Estranho este amor? Dual, intenso e forte Difere em tudo de outra sorte... Estranho este amor? Impressivo... Indefinível... Indispensável!!!

DOM YASSER

terça-feira, 24 de agosto de 2010

MEU DOMÍNIO

Ver-te estendida, entregue... À espera... Meus pés te esmagam... Sou dono do teu prazer! Cordas te abraçam dolorosamente suspensa... Minhas mãos te invadem... O carinho da minha chibata, língua de couro, passeia em ti... Teu corpo responde ao meu comando! Cada evidência me aquece... Excito-me!

Junto trilha o caminho do êxtase... Toque na pele, nos pêlos... Gelo, água, fogo, vela... O açoite! Frêmito sempre... Trêmulo, desabas... Gritas!

Torturo você como quem te ama, E como quem sabe o que é melhor pra você te trago aos meus pés, de forma irônica me dás prazer Como alma abandonada à procura do paraíso siga meus sinais Sinta-se em êxtase, um êxtase doloroso, com gosto de sangue... A cada desejo meu satisfeito sinta-se mais útil Uma utilidade de desejos contidos...

Corre pelas minhas veias aquilo que te excita Seus poros transpiram desejo Desejo que te roubo para o meu bel prazer Sua lascívia, seu gozo, seu prazer são todos Meus... desperto dores em seu corpo E te tocado te faço sentir que são dores reais Em lugares estratégicos, dores intensas, contínuas São as dores dos desejos proibidos, abafados Inconfessáveis, mas explícitos... Me excitas, me provocas, me deixas em erupção. Venha me satisfazer!

Torturo você Como quem dá ordens a um vulcão condeno ti à quietude Torturo seu corpo para que não me queira Mas como um viciado me deseja ainda mais. Repreendo sua alma para que me esqueça Mas ela faz questão de tornar-me ainda mais presente em sua mente insana... Entrega-se aos meus impetuosos desejos Na esperança de que te arranques essa impiedosa dependência. Oferece-me sua carne para que a sua dor saia, escorra...

Quem sabe assim você consiga arrancar-te de mim... Mas mutilo sua alma com navalhas cortantes E prazerosamente tenho em minhas mão seu corpo que palpita E nele alfineto agulhas levando-te ao delírio... Tenha medo da minha ausência, trema na minha presença Grite e fuja, mas se entregue para ser totalmente minha Exclusivamente e assim sirvir-me as delícias do meu prazer.

Quando quero, quando meus desejos gritarem esteja aos meus pés E como boa escrava receba o castigo do amor as navalhas do prazer... Assim, amarrada com as cordas do desejo Seus olhos vendados com a loucura da paixão E a boca vedada para nem se quer pronunciar meu nome

Estará pronta para ser o que sempre quis. Meu objeto de prazer intenso Uma escrava lançada às masmorras dos meus desejos mais exóticos...