Minha lista de blogs

  • O DONO DE TEU CORPO - Sou obediente ao Meu Senhor, e sou muito feliz por esta oportunidade... Tenho fome de teu desejo, sede de tuas ordens, tenho prazer na tua satisfação. ...
    Há 4 anos

A dominação

"A dominação plena não é feita pelo poder do chicote (essa é momentânea)...E,sim,pela entrega do coração e da mente (essa é eterna)..."

Páginas

Master Price - BDSM

Minha foto
GOIÂNIA, GOIÁS, Brazil
Da confiança Um Mestre deve confiar em você tanto quanto você nele. Confiança é um ingrediente fundamental na prática SM, e esta é irmã da sinceridade. Jamais minta para seu Dominador. Seja sempre verdadeiro quando falar, agir ou sentir. Estas serão armas poderosas que seu Mestre terá para lhe dar prazer, e ao que tudo indica, telepatia ainda não é a forma mais eficiente de comunicação da atualidade. Seja sempre objetivo, e não tema em colocar os pontos mais delicados que possam surgir. Se ele for um verdadeiro Mestre saberá separar as críticas das atitudes desrespeitosas de sua parte, e ambos ganharão. Um verdadeiro Senhor não sente necessidade de ser temido. Seu Senhor tem todo o direito de lhe omitir informações que julgue desnecessárias, mas não aceite que minta. Converse a respeito se estiver em dúvida. De tua mente e de tua dedicação,para que meu chicote seja meu verso e minhas cordas tua prisão. De teu desejo e de tua intimidade, para que teu prazer seja meu prazer e minha dominação tua felicidade.

Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de maio de 2011

Jardim das Gueixas

Das caixas de som, entre uma musica e outra, surge uma voz que diz “Os sonhos que já sonhou encontrará nesse lugar. As mãos que pegam nas suas, te convidam para ver.”.

No Jardim das Gueixas, o desejo vai às tuas mãos. Ela procura, ela espera, ela observa, ela verga-se para ser domada e dominada! Assim anuncia com orgulho e franqueza a tua submissão! Defende com honra a sua condição! Sua entrega é cheia de sutilezas e inteligência. Como fêmea forte e leoa determinada... A atitude de capitulação é real, com respeito à hierarquia e a soberania e principalmente sintonizada com a essência de seu “ego ipsissimum (aquele eu mesmíssimo).”.

A presença do Senhor é sentida pelo perfume marcante que invadiu o ambiente. Afastado todo o medo pueril. Em instantes vem a sensação de paz... Ela busca algo no horizonte, o que será? Raras emoções! Especiarias e aromas exóticos?

Perde-se em pensamentos e caos. Nota que há uma diferença entre o orgulho da mulher livre e o orgulho da sub. O orgulho da mulher livre e determinada é o de uma mulher forte que se iguala ao homem (o fraco ela o supera). Em seguida sua alma sub diz com razão: o orgulho da submissa é aquele da garota que sabe que nenhuma outra mulher se iguala a ela. As emoções da Entrega, a intensidade da anulação, a submissão total com atitude e com inteligência. É um artigo raro.

De cabeça baixa, olhos no chão, ela percebe que não existe paradoxo entre a mulher aguerrida do dia-a-dia, e a “fêmea ’a que se dá’”, se entrega, se submete, a que chora com a dor da ausência, a que se curva com o olhar. Essa, sem sombra de duvidas não se iguala a nada e nem a ninguém, ela é única, em sua essência e para todos que a rodeia.

Sente-se revigorada com este pensamento! Nesse confronto de idéias e desejos, ela percebe que o dia-a-dia da mulher forte reflete diretamente na entrega da fêmea “a que se dá”. Pois sempre foi uma mulher inteligente com sensibilidades ousadas, Que se reinventa todos os dias: e com isso reinventa seus desejos e sua submissão. Agora ciente da importância de sua atitude cotidiana. A coragem, determinação fornece a força necessária que o crescimento exige, e sem duvida, reflete diretamente, na escolha que fez, no que busca viver.

Sua expressão é de prazerosa satisfação. E inebriada de fortes sensações ela se vê em um universo onírico! Revelando vontades, desejos escondidos. Sente o poder da anulação, a doação da alma a entrega total. Submissão! Poucos sabem de verdade o que realmente é a entrega. Ela entrega-se sem queixas, sabendo-se única a cada dia. Mais isso é fêmea rara que exige mãos firmes e sensibilidade para lapidar até chegar à essência da SUBMISSÃO e, assim, aprender a servir com honra, beleza e responsabilidade.

De um canto escuro a voz do Senhor pronuncia:

- Um chicote e uma Gag não tornam ninguém BDSMers.

- Escreverei em tua pele, feito tatuagem as minhas leis universais para o caminho da total cumplicidade Dominador/submissa: 1º Inteligência para entender e atender os anseios da alma, 2º atitude para se permitir ir além, 3º sensibilidade para vivenciar e captar a nuance do momento, 4º BDSM deve ser visto tanto por dominantes e submissas como prazer, não como sacrifício.

Entre orquídeas incensos e velas de cores jovens pintalgadas pelo ar. O Senhor percebe pelo olhar dela uma fusão inteligência x fragilidade, realmente encanta, é uma batalhadora, luta pelos direitos da mulher, atuante, briga pelo que acredita ser real e verdadeiro. Mas, é submissa, é escrava, e se sente completa, quando se vê frágil a olhos e atitudes fortes de dominação, nessa hora a mulher descansa e a "(fêmea “que se dá”) grita: muda tudo!" e sente que a pele queima o coração bate forte e a fisionomia se altera... Para o seu Senhor ela “fica linda, sendo “submissa”“.

Mas ainda existem duvidas denuncia seu olhar. E como quem deseja aplacar o medo e a desconfiança o Senhor continua a instruí-la.

- O prazer deve fazer parte e completar o que vivenciamos juntos... A minha busca e é a felicidade de ambos. Tenhas certeza, dor significa o fim da sensibilidade; cada uma de nossas alegrias é uma barganha com o nosso inconsciente.

- A dor promove o crescimento, o amadurecimento, e, instiga, para olhar a frente, com desejos insanos, doloridos... Obra de seu inconsciente, que foge deveras de toda a hipocrisia que a cerca. As opções "fora do habitual" geram sensações "fora do normal" na fêmea "que se dá", que abre os olhos, cala a boca e estremece a alma.

A razão cria questionamentos e traz a duvida. Qual o comprometimento do "recebedor" e a responsabilidades do "ganhador". E se ele não perceber, não enxergar, não sentir, não cuidar, não zelar?... Enfim, não dar o devido valor em algo tão "profundo, verdadeiro e especial" que é a entrega, a submissão espontânea. Esta duvida, relata bem o que sente como submissa nata, que se entrega e muitas vezes, não encontra no Recebedor a mesma busca, os mesmos princípios.

Como que adivinhando as inquietações na mente ela. O Senhor se antecipa e diz de forma firme, mas calma:

- Receber, ganhar a fêmea que se dá é como pescar: você precisa de isca e anzol. Se você quiser pegar um peixe pequeno, você não precisa ir muito longe. Por outro lado, se quiser pegar um peixe grande, você tem que ir fundo. Um desejo é como uma isca. Proteger, cuidar e guiar a fêmea para o caminho da submissão é como colocar a isca no anzol. Se sua consciência/desejo está aumentando você pode ir mais fundo. E o que vêm das profundezas é grande, puro, poderoso e abstrato. Tudo o que você puder fazer para aumentar a capacidade de “pegar o peixe grande” é válido. Mas para ser um "peixe grande" é preciso uma postura e um condicionamento sem igual. Pois navega em águas turvas e profundas do ser.

É neste instante que ela nota o tanto que é erótico e intenso ser uma mulher que sorri que chora que vacila que fica linda sendo sincera que fica uma delícia sendo submissa, que se entrega sendo inteligente. E não vale a pena trocar um desejo que nos move por simples opiniões de pessoas. Isso move a vida!

Quando se amarra bem a própria alma e se faz dela uma prisioneira, pode-se permitir ao próprio espírito muitas liberdades. É preciso ter asas, Quando se ama o abismo.

sábado, 7 de maio de 2011

Feliz Dias das Mães!

Feliz Dias das Mães! Felice Festa della mamma! Feliz Dia das Mães! Herzlichen Glückwunsch Muttertag zum! Feliz Día de las Madres! С Днем Матери

quarta-feira, 4 de maio de 2011

1° DUNGEON FETISH FEST!

1° DUNGEON FETISH FEST!
Festa fetichista para adeptos e simpatizantes do BDSM, Podolatria e diversos outros fetiches
Dungeon totalmente equipado para diversas práticas. Cenas e performances confirmadas
Suspensão - Shibari - Eletroestimulação-Spanking Área para Podolatria com conforto para Rainhas e podólatras Área social com Bar, Pista de Dança e Telão.
Um evento para reunir praticantes e simpatizandos do BDSM, Podolatria e outros fetiches em um ambiente alegre, animado e aconchegante! Esta festa esta sendo preparada para você! Venha preparado para se divertir!!

Esta festa está sendo feita para você! Venha preparado para se divertir!

Maiores informações acesse: http://dungeonclubbr.blogspot.com/